Carros sem condutor em Portugal – carros autónomos em breve em Cascais e Viseu

O interesse em carros autónomos, isto é carros sem condutor, está a crescer, tanto por parte das empresas de tecnologia de todo o mundo, como por parte do público em geral. Portugal também não fica indiferente às tendências internacionais.

Um acordo assinado com Espanha no início d Abril passado cria bases para um estudo de viabilidade de introdução de carros sem condutor entre os dois países.

Como funcionam os carros sem condutor? O vídeo abaixo (em inglês) explica-o:

O acordo prevê criação de dois corredores rodoviários entre Portugal e Espanha para a circulação de carros automáticos em modo de testes: um entre Évora e Mérida na zona centro, outro entre o Porto e Vigo, no norte da Península Ibérica.

Adicionalmente, duas cidades portuguesas, Cascais e Viseu, declararam o interesse em testar o uso de carros sem condutor para o transporte público, com veículos para 9 a 24 pessoas. O veículo autónomo com o nome de Viriato, com 24 lugares, passará a circular nas ruas de Viseu, inicialmente num percurso bastante curto, de 700 metros. A iniciativa conta com o apoio de grandes marcas, como a Mercedes, Salvador Caetano e Siemens.

Estes dois municípios portugueses juntavam-se dessa forma à vanguarda da mobilidade da última geração, neste caso os Estados Unidos, onde os testes com os automóveis autónomos já se encontram numa fase muito avançada. A viaturas sem condutor da Waymo (pertencente a Google), da Uber ou da Tesla fazem já parte da paisagem urbana de várias cidades norte-americanas (veja o vídeo acima).

Os carros que não necessitam de um condutor humano e orientam-se em tráfico à base de mapas e dados meticulosamente recolhidos são a promessa de trânsito mais fluído, com menos viaturas na estrada e menos acidentes. Como trata-se de viaturas eléctricas, os benefícios para o meio ambiente também são consideráveis.

Um sistema eficaz e cuidadosamente estudado de transporte público automatizado permitiria reduzir significativamente o número de carros privados, tanto pela facilidade de aceder aos serviços de mobilidade on-demand, como pelos custos significativamente mais baixos desta solução.

Entre as desvantagens da utilização de carros sem condutor prevalece a dúvida em segurança desta solução, alimentada recentemente por alguns incidentes que rapidamente se tornaram mediáticos, entre eles, um despiste de um SUV da Uber no estado americano de Arizona. Apesar do grande interesse por parte dos clientes nos carros self-driving e o facto de que a empresa, por motivos de segurança opta sempre por colocar um condutor nas suas viaturas autónomas para poder, no caso de emergência assumir o controlo, a Uber optou por suspender o uso de carros self-driving na sua frota.


Carros sem condutor em Portugal – carros autónomos em breve em Cascais e Viseu
Artigo: Carros sem condutor em Portugal – carros autónomos em breve em Cascais e Viseu
Temas: ,

Envie-nos comentários ou sugestões sobre este artigo

Send kommentar