O novo sistema de carta por pontos penaliza 10 000 condutores

Os primeiros cinco dias da vigência do sistema de carta de condução por pontos, quase 10 mil condutores nas estradas portuguesas foram detidos em infracção, vendo os pontos retirados do seu ‘saldo’.

A GNR registou 5.400 de infracções graves; os número adiantado pela PSP atingiu 4.500.

Entre as infracções mais frequentes (e as mais graves, ao mesmo tempo) estava a condução sob o efeito do álcool. Esta contra-ordenação resulta em uma perda de até 6 pontos.

Vale a pena relembrar que, de acordo com o sistema novo, qualquer condutor que já perdeu 8 pontos na sua carta de condução – dos 12 atribuídos no dia 1 de Junho -  deve submeter-se a uma acção de formação rodoviária, suportando os seus custos. A perda de 10 pontos significa a necessidade de se submeter novamente a um exame de código teórico.

Entre outros ‘pecados’ comuns dos condutores portugueses estava o uso de telemóvel durante a condução, a falta de inspecção obrigatória ou do seguro de responsabilidade civil em dia.

O novo sistema permite aos condutores acompanharem o seu cadastro através do portal das ANSR (Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária) – www.ansr.pt. Ao preencher um formulário online o condutor cria uma conta de usuário, a senha a qual é enviada por correio para a morada indicada.

Leia mais sobre a Carta de condução por pontos – o novo regime de carta de condução em Portugal.


O novo sistema de carta por pontos penaliza 10 000 condutores
Artigo: O novo sistema de carta por pontos penaliza 10 000 condutores
Temas: ,

Envie-nos comentários ou sugestões sobre este artigo

Send kommentar